pessoal | Uma mudança iminente e uma sorte relativa

by - segunda-feira, maio 30, 2016


Passamos a vida a ouvir dizer que as melhores coisas da vida acontecem de repente e, à medida que os anos passam [se não formos demasiado distraídos], podemos comprovar isso mesmo! Recentemente foi engolida por este cliché na minha vida profissional, que resultou em algo que queria muito e já há algum tempo, e foi inevitável parar para reflectir no que aconteceu.

O entusiasmo é tanto que não resisti a partilhar a minha reflexão com vocês aqui no blog! Para fazer mais sentido, e para mais tarde recordar, vou começar a contar desde o início...


● Um trabalho que estive prestes a recusar


Foi em 2014, a um ano de acabar a minha licenciatura, que a Link to Media me ofereceu um trabalho como copywriter no site 'umComo' - lembram-se de ter falado nisso aqui? Na altura eu estava a trabalhar em part-time numa Worten e a fazer o projecto da licenciatura, não tinha muito tempo nem energia, mas decidi aceitar e tentar conciliar tudo (spoiler: o esforço valeu a pena)

Depressa percebi que trabalhar em Marketing Digital era algo com que me identificava, que fazia naturalmente e sem grande dificuldade, que me dava gozo, e imaginava-me a fazê-lo naquela empresa durante vários anos! 

No ano seguinte o meu chefe sugeriu que, com ele, eu ficasse encarregue do lançamento e gestão do projecto TudoReceitas. Fiquei agradecida e insegura, não sabia se estava à altura dessa responsabilidade mas, mais uma vez, escolhi arriscar e dar o meu melhor. Durante os meses que se seguiram aprendi bastante, cresci a vários níveis, superei desafios, superei-me a mim mesma, tive alegrias e frustrações... MAS começou a crescer em mim um sentimento contraditório ao que estava a viver.


● O momento em que percebi que tinha de mudar


Comecei por sentir uma certa insatisfação, que inicialmente confundi com aborrecimento. Tirei férias para espairecer e renovar os ânimos, mas não resultou. Cheguei à conclusão que o problema não seria eu, mas sim o trabalho que, ainda que estivesse a dar frutos, baseava-se em tarefas repetitivas, semana após semana. Senti-me estagnada profissionalmente e, como não sou de conformismos, percebi que estava na hora de procurar um trabalho numa outra empresa, que me apresentasse novos desafios e aprendizagens. 

Mesmo sabendo que as ofertas escasseiam, comecei a enviar currículos - grande parte deles espontâneos - para outras empresas da área e no distrito de Leiria. Tal como tantos outros que tentam, esperei e desesperei por respostas e entrevistas que não apareceram. Passei vários meses nisto, mas não podia desistir mesmo que a minha situação profissional não fosse necessariamente má.

Entre as empresas que eram uma possibilidade, havia uma que eu tinha sempre em mente mas que achava ser inalcançável, pela sua dimensão. No entanto era nela que eu gostava de trabalhar e, certo dia, tendo esgotado as opções, arrisquei enviar uma candidatura. A rejeição ou o desprezo iam doer mais que o de todas as outras empresas juntas, mas valia a pena tentar.


● A oportunidade que estava à minha espera


Pouco depois de ter enviado o currículo, chamaram-me para a entrevista, fui e ficou definido o dia em que eu iria começar. Aconteceu assim, num piscar de olhos, o que eu andava a sonhar há meses e não tinha tido coragem de fazer! Era como se estivessem à minha espera, ou como se eu tivesse aparecido no timmig certo. Interpretei isto como mais uma chapada de luva branca da vida, a mostrar que as coisas acontecem quando tem de ser, e que de nada vale de nada agourar e desesperar.

Se eu fui apanhada de surpresa, o meu chefe ainda mais. Não foi fácil digerir esta minha decisão aparentemente espontânea de sair da empresa, sem nada que o fizesse prever. Mas os ânimos acalmaram e saí a bem na semana passada, já um pouco nostálgica, depois de me ter assegurado que o TudoReceitas ficava bem entregue. *pausa para assimilar tudo mais uma vez*


● Uma questão de sorte?

Quando contei a novidade a uma amiga, ela disse que eu tive sorte, e fiquei a pensar nisso. Terá sido sorte? O que é a sorte? 

Quem acredita na sorte, acredita no acaso e nas coincidências, e eu acredito que [quase] tudo acontece por uma razão. Por isso eu não tive "sorte" de conseguir este trabalho. Pela facilidade e rapidez com que as coisas aconteceram, presumo que eles precisavam de alguém como eu, e eu apareci na hora certa. Este novo trabalho não caiu do céu, eu fiz acontecer: arrisquei e, para minha surpresa, consegui!

Sei que posso parecer presunçosa ao dizer isso mas, no mercado de trabalho, ou acreditas em ti e nas tuas capacidades, ou ninguém o fará. Nas outras áreas da minha vida sou mais relaxada, mas aqui há competitividade e sei que tenho de me esforçar o dobro, se quiser manter-me e/ou evoluir.

Por isso rejo-me por algumas máximas que tento ter sempre presentes e que, até agora, têm funcionado para mim. Espreitem abaixo quais são e tentem colocá-las em prática também, acredito que irão funcionar igualmente bem convosco! :)

– Máximas para conseguir o que se quer –

1 - Não se acomodem: por muito que a vossa situação 'até não seja má', acreditem que pode ser melhor se tiverem a coragem de mudar!
2 - Arrisquem: não vou falar aqui dos constrangimentos implicados no facto de ter enviado a candidatura para aquela empresa em específico, e ainda mais de ter sido contratada, mas quem não arrisca não petisca;
3 - Saiam da zona de conforto: porque nos lugares comuns não se aprende nada de novo, e isso é sinónimo de estagnação (o que ninguém deve querer para a sua vida, seja em que âmbito for);
4 - Acreditem: sobretudo quando se trata de trabalho, acho essencial desenvolver pensamentos positivos, sobretudo ao nível de 'eu posso' e 'eu consigo', porque ajuda a atrair coisas boas!
5 - Sejam persistentes: eu enviei candidaturas ao longo de vários meses (se bem que não com a mesma frequência como se estivesse desempregada) e, quando parecia já não haver opções, a oportunidade surgiu! por isso não desistam, a oportunidade está algures no futuro à vossa espera;
6 - Aceitem (não confundir com 'conformem-se'): a vida às vezes faz um desvio para chegar onde queremos, mas tudo tem uma razão de ser e um tempo para acontecer;
7 - Não fiquem obcecada/os: quando queremos algo com muita força e já só pensamos nisso, por vezes o efeito é o contrário e a mudança não acontece. Há que encontrar um equilíbrio entre a persistência e a aceitação, e interiorizar que um dia há-de acontecer, mas provavelmente não quando nos "dá jeito". 

Que as mudanças que desejam na vossa vida vos aconteçam em breve também! 

Posts relacionados

9 comentários

  1. Fico muito feliz! concordo plenamente contigo, se nós não acreditamos em nós, então mais ninguém o fará! começa tudo com "eu" acredita e arrisca! quando fazemos algo diferente na nossa vida, algo diferente virá ao nosso encontro. Ficar sempre na mesma não nos oferece benefícios, sei que é difícil sair da zona de conforto, se explorar e arriscar, mas é assim que se vive. Fico muito feliz por ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada Tânia! pensamos da mesma maneira :)
      beijinhos

      Eliminar
  2. Concordo com todas as dicas que nos deste para alcançar alguma coisa que queremos. E fico mesmo feliz, por tu conseguires. é tão bom ver que a luta é recompensada!

    ResponderEliminar
  3. Esperamos que tudo te corra pelo melhor e que todo esse "atrevimento" te dê aso ao melhor que a vida tenha para te oferecer e muito obrigado pela tua partilha. Muitas, muitas, muuuiiiiiitas pessoas deviam ler esta publicação! Fazia bem a muito boa gente! :)
    Boa sorte! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estou confiante que dará! ♡
      também acho isso, infelizmente muitas pessoas focam-se nos aspectos negativos da sua vida e isso impede-as de alcançarem o que querem!
      obrigada e boa sorte para esta vossa nova fase! ainda não tive oportunidade de ir espreitar as novidades no blog mas em breve o farei ;)

      Eliminar
  4. Gostei muito de ler, e concordo contigo, as coisas acontecem por uma razão, não é só porque sim, embora às vezes pareça.
    Pensamento positivo, e as coisas boas virão!

    Beijinhos
    Welcome to 104

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}