pessoal | Procuro companhia para jantar fora

14.4.16 SARA SILVA 16 Comments

Mas cada um paga o seu, que ainda não há cá parcerias de restaurantes!

Eu sou aquele tipo de pessoa que podem convidar para jantar e dificilmente vai recusar alguma coisa: Comida indiana? Nunca experimentei, mas quero!; Comida picante? Adoro!Sardinhas assadas? Estou nessa!; Legumes cozidos? Pode ser!; Hambúrguer XXL? Challenge Accepted!Insectos fritos? Hum... deixem lá. Além de ter sido habituada a comer de tudo um pouco, acho que a vida é curta demais para comer sempre a mesma coisa! Por isso mesmo faço questão de provar o que não conheço e até em casa raramente repito receitas.

O problema, tal como vocês devem estar a prever, é que esta minha característica acaba por entrar em conflito com as pessoas que me são próximas e com quem gosto de estar, porque estou rodeada de 'esquisitinhos' ou pessoas que, no mínimo, não são tão abertas quanto eu nisto de experimentar novos pratos. Em primeiro lugar está o Zé, que "tem" de comer o que eu cozinho e volta e meia pede-me para fazer "comidas mais normais", depois vêm os amigos e a família, cada um com as suas implicâncias e ideias preconcebidas.

Faz-me alguma confusão uma pessoa não gostar ou recusar-se a comer uma série de alimentos, mas normalmente abstenho-me de comentar porque é uma escolha legítima. Agora quando me dizem que nunca experimentaram mas sabem que não gostam... 

Quando organizamos convívios lá em casa, eu controlo-me e opto pelas receitas mais tradicionais da nossa gastronomia, que sei que vão agradar a todos, ou então encomendamos comida. Mas a coisa complica-se quando temos de escolher um sítio onde jantar: eu fico aborrecida por ir sempre aos mesmos, uns recusam-se a ir a restaurantes vegetarianos porque acham que vão sair de lá com fome, outros não querem experimentar comida indiana ou mexicana porque não gostam de comida muito condimentada, outros fogem dos restaurantes chineses por causa do preconceito, outros não estão muito virados para conceitos mais gourmet porque gostam de comer em quantidade... e por aí vai.

Finalmente lá decidimos, muitas vezes não a meu favor, e eu fico a salivar por uns quantos restaurantes onde gostava de ir mas não tenho quem me acompanhe. Quero acreditar que vai chegar o dia em que todo este pessoal vai arriscar provar coisas fora da zona de conforto deles, e eu vou ouvir a frase mágica "Afinal não é tão mau como pensei"!

Posts relacionados

16 comentários:

Danny disse...

o meu namorado não é vegetariano mas nunca saiu de fome de um restaurante vegetariano! acho que é uma questão de os arrastar, e eles verem por eles!

Daniela disse...

Vou-me candidatar a esse lugar. Eu até spu bastante esquisita mas com o "crescimento" até tenho vindo a tentar comer alguns alimentos que não me agradam muitos, e há coisas mais saudáveis que chego a comprar várias vezes para garantir que não gosto mesmo. Bem, mas o que é certo é que quando vou a algum lado escolho a coisa mais esquisita que lá há, só porque quero provar e chego a olhar de lado pessoas que por exemplo pedem gelado de morango quando existem 3899999 sabores. O melhor de tudo é que o meu namorado também é assim, tirando o pormenor que não gosta de peixe nem marisco.xD

eu faço te companhia :) com o kevin é a mesma coisa :) só quer fast food .. nunca quer experimentar coisas diferentes!!

SARA SILVA disse...

sim, acho que vou arrastar o meu para uma armadilha, parece ser a única maneira :p

SARA SILVA disse...

eu também defendo essa teoria de que temos de provar a mesma coisa várias vezes até perceber se realmente gostamos ou não porque, se for a primeira vez que comemos, é claro que vamos estranhar (sobretudo se for comida livre de substâncias viciantes...).
pior que os de morango são os de baunilha: para quê comprar o sabor mais banal quando existem tantos outros? ahahah
beijinhos :)

SARA SILVA disse...

coitado do Zé se só quisesse fast food, a nossa relação ia ser difícil xD
temos de combinar então :p

Briana disse...

Eu também gosto de experimentar eheh.. Gostava de experimentar indiano, mexicano, um restaurante italiano.. Adoro sushi, mesmo o meu namorado não gostando, vou com os amigos dele xD
E mesmo sendo intolerante à lactose nunca disse às pessoas para não cozinharem com natas, queijo, leite ou coisas que tais.
Normalmente se é refeição como na mesma.. Depois é tipo roleta, ou era em pouca quantidade e não me fez mal ou era em muita quantidade e o dia seguinte é para esquecer.

Tânia Silva disse...

Tenho sorte com os meus amigos, se eu disser "bora experimentar" nós vamos e vice versa
Sou assim um pouco como tu xD
Beijinhos,

http://chocopink89.blogspot.pt/

Hello you have very nice blog. Do you want to follow each other? If yes let me know. http://andreanalens.blogspot.com/

Estamos completamente contigo nisto! Por isso mesmo, já que és tu a pensar no sítio onde ir no nosso almoço/jantar de Maio, esperamos que nos surpreendas (desde que em conta!) está bem? ahah Ainda está de pé esse convívio? :P

SARA SILVA disse...

claro que está! vou levar-nos a um sítio que eu e o Zé adoramos. espero que gostem de hambúrgueres :p

SARA SILVA disse...

pois, querer experimentar coisas novas e ter uma intolerância alimentar pode ser chato! felizmente a tua não parece ser muito severa :)
beijinhos!

SARA SILVA disse...

opa, tens de me emprestar os teus amigos :p

Sim, claro que gostamos!! Estão livres pelo dia 21 de Maio? :P

SARA SILVA disse...

o Zé não -.- mas eu estou :)

Se preferires podemos marcar para uma altura que mais te dê jeito... É que nós marcámos ir buscar o nosso gatinho nesse dia também :P

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}