dicas | Queixumes sobre poupanças e 7 estratégias para acabar com eles

25.4.16 SARA SILVA 3 Comments

Ter o nosso próprio dinheiro é óptimo,
o problema é saber geri-lo!

Já passaram três anos desde que entrei para o mercado de trabalho - o que, pelo bem e pelo mal, coincidiu com a saída de casa dos meus pais -, mas ainda hoje tenho dificuldade em gerir o meu dinheiro.

Nunca falhei com o essencial, porque esses gastos prioritários (comida, água, luz, gasóleo...) são liquidados logo no início do mês ou ao longo dele, a dificuldade é em relação ao dinheiro que resta depois de subtrair ao ordenado todas as despesas que tenho. Aquela quantidade mais ou menos pequena que posso gastar no que quiser e que me divide, porque há tanta coisa em que gostava de apostar! Coisas que requerem foco, controlo e poupança de alguns meses e que, apesar do sacrifício, valem mesmo a pena: depilação definitiva, aparelho nos dentes, cursos de curta e média duração, pequenas obras no exterior da casa, mobiliário de qualidade, máquina de costura e respectivas aulas, viajar a dois... a lista é longa, igualável à minha ambição.

Todos os meses, quando me vejo mais atrapalhada na gestão do meu orçamento, prometo a mim mesma que no mês seguinte vou mesmo cumprir o desafio de 30-dias-sem-comprar-coisas-supérfluas. Mas vocês imaginam o que acontece, não é? Ainda por cima eu sou uma fraca quando vejo coisas giras para casa! Ponho-me a fazer as contas, concluo que, se comprar o que estou a planear, chego ao fim do mês só com 5€, e acho que me está tudo bem. NÃO SARA, NÃO ESTÁ TUDO BEM! PÁRA DE FAZER ISSO! 

Eu tento (ok, admito que podia tentar com mais força), mas depois vem a batota e é nos supermercados que acabo por gastar mais do que o necessário, com a desculpa que gastar dinheiro em comida vale sempre a pena.

A minha mente prega-me rasteiras e eu nem me apercebo. Mês após mês! Parece que não saio do mesmo lugar e que nunca mais consigo realizar o que quero. Tenho mesmo de mudar os meus hábitos de consumo e controlar-me... 

De tanto repetir o ciclo, cada vez tenho mais vontade de me desafiar a gastar somente o indispensável durante um mês, de tempos em tempos. Não só como auto-punição, como para pôr de parte o que sobrar e investir no que realmente importa. Até lá, já tratei de pôr em prática algumas estratégias para poupar e gerir dinheiro. Partilho-as abaixo convosco, espero que vos ajudem também! ☺


Estratégias para gerir o dinheiro

e finalmente conseguir realizar os objectivos


  1. Abrir uma conta-poupança no banco
    Isto fui mesmo obrigada a fazer porque, tendo em conta a minha situação laboral, não consigo determinar quanto irei pagar de IRS em cada ano. Defini que, todos os meses, o banco transfere automaticamente um valor fixo da minha conta à ordem para uma conta-poupança (sem custos). Até me esqueço que o dinheiro lá está, porque é como se nunca tivesse sido meu! No final, o que me restar do pagamento de IRS, poderei usar para investir nos meus objetivos.

  2. Aproveitar o que se tem
    Muitas vezes cedo à tentação de comprar coisas novas, para chegar a casa e perceber que já tinha algo muito semelhante, ou que podia ter adaptado com o que tenho. Isto acontece-me com roupas, objetos de decoração, cosméticos, comida... quase tudo! Acho que o problema é mesmo ter tanta coisa inútil que já não dou conta. Preciso mesmo de minimizar e reciclar...

  3. Preferir qualidade a quantidade
    Este ponto está relacionado com o anterior. Tenho deixado consideravelmente de comprar roupa, calçado, acessórios e cosméticos porque me mentalizei que prefiro ter pouco mas de qualidade. Pode parecer que, seguindo esta lógica, na hora de comprar vamos dar balúrdios por um determinado artigo, mas garanto-vos que ele durará muito mais que o seu "primo fraco", e assim já estamos a poupar;

  4. Pagar a prestações
    Esta estratégia assemelha-se à questão dos créditos, porém está relacionada com investimentos menores e sem juros. Um aparelho dentário, por exemplo: se a dentista vos apresentar um plano de pagamento faseado, por que não? Torna-se mais fácil gerir as contas, e parece que não custa tanto a pagar;

  5. Ser racional
    É difícil pensar racionalmente quando estamos rodeadas de coisas que nos atraem, uma musiquinha de nos distrai e um aroma que nos confunde - quem nunca passou por isto numa loja? Ficamos como que hipnotizadas, a achar que temos mesmo de comprar, comprar, COMPRAR! Já me apercebi desse estado obsessivo várias vezes e, tal como uma mãe que repreende uma criança, obriguei-me a sair da loja sem nada. Fico um bocado amuada porque acho que tinha mesmo de ter aquilo, mas horas depois agradeço a mim própria;

  6. Deixar as compras para o final do mês
    Já não consigo contar pelos dedos das mãos as vezes que, ao chegar a meio ou final do mês, as lojas fazem promoções ou descontos muito tentadores, e eu não posso aproveitar porque cedi aos meus caprichos no início do mês e já não me resta muito dinheiro! Não é frustrante? Por ter aprendido a lição, agora deixo essas compras supérfluas para o final do mês. Além de conseguir avaliar melhor a compra, consigo fazer face a imprevistos que surjam e não fico arrependida por ter gasto dinheiro em coisas menos importantes.

  7. Usar uma aplicação de finanças pessoais
    Já tentei cultivar o hábito de anotar num caderno ou folha de Excel todas as minhas despesas, mas acabava por me desleixar porque me esquecia do valor exacto das coisas que tinha comprado, ou de simplesmente as anotar. Recentemente decidi instalar a aplicação de finanças pessoais Boonzi, que é gratuita e portuguesa, e me parece bastante prática (sobretudo porque está sempre à mão, no telemóvel). Vamos ver se é desta!

São estas as 7 estratégias de poupança que eu tento levar a cabo todos os meses, umas com mais sucesso que outras (a 5ª e 6ª exigem bastante controlo da minha parte!).

E agora que cheguei ao fim deste post interminável (desculpem, mas onde mais é que eu haveria de divagar sobre as questões que me atormentam?) percebo que, de facto, o que faz diferença entre poupar e continuar a gastar, é o auto-controlo. Num mundo onde as coisas nos entram pelos olhos dentro à velocidade da luz, temos de ser muito fortes para resistir e manter-nos focados nos objetivos! Eu sei que é possível, porque há quem o faça, portanto acredito que eu também serei capaz! ☺


E vocês, que estratégias têm para poupar dinheiro?
Conseguem facilmente controlar-se nos gastos? 

Posts relacionados

3 comentários:

tequis :3 disse...

Poupar não é fácil,principalmente quando temos tantos objetivos!
Por exemplo se fores pondo sempre um dinheiro no banco,mesmo sendo pouco, já vais poupando e não mexes tanto pois já está guardado.
O auto controlo é necessário pois sem ele não vamos a lado nenhum!
De certeza que vais conseguir alcançar os teus objetivos.
Beijinhos
Cantinho da tequis
Facebook Cantinho da tequis

Nós temos várias estratégias já definidas, mas depois também vamos falar disso no blogue se quiseres seguir. Podias era fazer um post sobre essa aplicação. Por certo que dava jeito a muita gente... Como a nós por exemplo ahah :D

Jo disse...

Não tenho muitas estratégias definidas, mas por exemplo: tirar o dinheiro para uma conta poupança no início do mês - o tal valor fixo - e, no final do mês, ver se "sobrou" algum dinheiro que possamos pôr de parte, também; procurar estar a par das soluções de poupança do banco (depósitos a prazo, por exemplo, apesar das taxas de juro andarem muito fraquinhas...); apontar TODAS as despesas, como referiste; pensar naqueles pagamentos anuais - seguro do carro, imi, etc... - e pensar em quanto teremos de pôr de lado por mês para perfazer esse valor e assim tornar-se mais fácil de pagar; pagar sempre a pronto e nunca fasear pagamentos, pois assim ou temos o dinheiro para comprar ou não temos, e nunca se sabe quando pode surgir um imprevisto...; ter uma conta poupança para os nossos objectivos mas também ter outra com quantias onde só mexemos em caso de emergência...; ter um mealheiro onde colocamos todas as moedas de 2€, por exemplo...

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}