reflexão | Os blogs, as bloggers e as motivações

14.2.16 SARA SILVA 15 Comments


O primeiro contacto que tive com o universo dos blogs, de forma assídua, foi com o Wish Wish Wish e o The Cherry Blossom Girl, um de uma rapariga inglesa e o outro de uma francesa, que me preenchiam os finais de dia de uma forma magicamente girly. Estava em 2010, por aí, e não fazia ideia do tanto que se podia fazer num/com um blog - acredito que elas, na altura, também não tivessem noção daquilo em que se podiam/iriam tornar.

Comecei o 18 and a life em 2011 simplesmente porque me sentia a explodir com informação: desde coisas banais do dia-a-dia, a pensamentos aleatórios, ideias de moda e beleza, coisas giras que via na internet... e assim continuei durante algum tempo (mais tarde acabei por abandonar o lado mais privado dos desabafos, já não me sentia confortável a fazê-lo).

Desde que conheci aqueles dois blogs, muita coisa mudou. Hoje em dia, reparo que muitas pessoas começam um blog como um projecto profissional, em que todos os passos são planeados ao detalhe, como um produto de excelência que se oferece a um cliente (neste caso, aos seguidores). Quando comparo a minha dedicação ao 18 and a life com o dessas bloggers ao blog delas, sinto-me bastante desleixada!

Sei que estou a ser injusta comigo própria ao fazer esta comparação, porque eu nunca pensei no meu blog como uma oportunidade profissional, e tenho consciência que não me esforço assim tanto para o elevar no "ranking dos blogs nacionais". Simplesmente não tenho vida para isso, e gosto de dividir o meu tempo livre entre outros interesses.

Ao escrever este post, não estou a criticar as bloggers que trabalham afincadamente nos seus blogs, porque cada um tem a sua motivação e objectivos, mas não consigo ficar indiferente ao ver como a blogosfera se tornou tão competitiva. Tendo em vista os exemplos lá fora, muita gente compete para ser a autora do próximo hit-blog, e pelo meio perde-se o lado mais pessoal e íntimo que tanto caracterizava a blogosfera há uns anos: já nada é feito ao acaso, tudo é pensado para vender e para conseguir algo em troca.

É por esta razão que cada vez menos visito blogs e já pensei várias vezes em desistir do meu. Sinto-me desenquadrada, e poucos são os blogs que me prendem, me inspiram de verdade e que visito espontaneamente. A maioria simplesmente parece uma revista, e não o espaço de alguém real.

Vocês também se sentem assim? Acham que a blogosfera tornou-se numa selva de interesses? Onde estão os blogs sem pretensões? 

Posts relacionados

15 comentários:

tequis :3 disse...

Concordo contigo,hoje em dia a blogosfera é tão competitiva...
Muitos blogs viraram revistas ou algo do género à custa disso...
Como podes ver o meu blog não é nada de mais e faço-o porque gosto e sinto-me bem,claro que gosto de crescer,ter pessoas a comentarem o que publico e assim mas nada de especial.
bjs
Cantinho da tequis
Facebook Cantinho da tequis

Temos de saber separar o trigo do joio e seguir quem realmente interessa e, garanto-te, há muita coisa interessante por aí. Até os blogs que oferecem serviços têm alguma coisa para ensinar! Sim, às vezes também penso em largar o meu (que já vai fazer 9 anos!), outras vezes ando cheia de pica para andar para a frente com ele. São fases, só temos de saber não nos deixar levar por elas. E quanto ao teu blog, enquanto te sentires feliz com ele, deixa-te estar, é sinal que vai o bom caminho! Bom Domingo!

Sara com R disse...

A verdade é que concordo muito contigo! Contudo, ainda bem que existem pessoas que nos inspiram de verdade, que não nos levam a abandonar este Mundo! Que por mais blogs "comerciais" que existam, não nos fazem desistir! Prefiro um blogue pessoal, de coração, a um desses blogs, porque desligo imediatamente, não me cativa!

Daniela disse...

Concordo tanto mas tanto contigo. Não critico a motivação e eu própria me tenho dedicado mais ao blog, mas porque me faz sentir bem. Acontece que cada vez menos sinto vontade de ver blogues em que só são publicadas fotografias de revista, em que o título é "o meu domingo em casa" e depois vemos todo um cenário montado que é tudo menos verdadeiro. Cada vez menos me identifico com blogues de pessoas que vivem das aparências e onde só se fala de futilidades. Sinto-me estranha por o meu mundo não ser como aquele, mas depois caiu na realidade e percebo que aquilo é tudo só imagem. Cada vez mais detesto posts de reviews de produtos falsas e que se distanciam da leitora. Enfim, vou parar por aqui.xD
Tal como tu não critico quem o faça, simplesmente me sinto cada vez menos identificada.

Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

O teu blog está muito giro, adorei! Subscrevi! Beijinhos

amargaridacosta.blogspot.pt

ana filipa disse...

Concordo criei o meu primeiro blog com 13 anos, a altura adorova de paixao la ir, ercrever, comentar, falar com outras bloggers! Agora voltei a criar um, senti a necessidade se escrever, como tambem estou a apssar mais tempo em casa fui em frente. A diferença é enorme, já não há tantas conversas entre bloggers, há contagem de comentários e visualizações, mas pronto tudo muda, desde que descobri o teu blog que aqui venho, é raro comentar mas venho sempre cuscar!
Muitas beijocas e não saias deste mundo :p

http://simplelifstyle.blogspot.pt/

Concordo plenamente contigo! Acabamos mesmo por nos sentir desenquadradas, tenhamos muitos ou poucos seguidores. Nunca pensei que a blogosfera chegasse a esta competitividade porque para mim sempre foi um escape mas enfim... Ainda restam alguns blogs feitos com o coração. Obrigada por seres um deles :)

http://choosewhatstaysandwhatfadesaway.blogspot.pt

Daniela disse...

Eu concordo plenamente contigo. Há muitos anos que sigo vários blogs e deixei alguns pelo caminho porque perderam a essência. Eu gosto dos blogs pessoais, em que as bloggers falam da sua vida, gostos, interesses, mandam piadas para o ar, são sarcásticas, divertidas e também contam quando a vida não corre pelo melhor. Quando começam a ter patrocínios, deixam de ser o que eram, perdem a piada (...) eu desligo logo e não volto tão depressa. Não desistas do teu, pois é um dos que sigo aos anos e só deixei de seguir quando disseste que ias deixar de escrever (sabes o quanto fiquei feliz quando o reencontrei com novos posts) :)
Beijinho

http://fashionunderconstruction.blogspot.pt/

Mundos Mudos disse...

Concordo contigo! Opto sempre por só guardar nos meus favoritos os blogs que realmente me interessam, os que escrevem porque querem e não porque são obrigados ou com outro tipo de interesse em mente. Há cada vez menos por aí, mas eles existem :)

Não acrescentaria mais nada ao que escreveste! A blogosfera já não é o que era :( Agora quem cria um blog é para receber roupas grátis, produtos grátis, entre outras coisas.
Mas não desistas do teu, por favor! Apesar de ter estado um pouco mais ausente da blogosfera, quando tinha um tempinho dava cá um saltinho, pois gosto imenso das tuas publicações!

Há um bocado de tudo por ai. Os blogues que continuam a escrever porque simplesmente gostam de partilhar os seus gostos, ideias, etc. Os blogues que começaram por escrever apenas por gosto e depois transformaram isso num negócio. E não tenho nada contra isso, podem continuar a ter imensa qualidade e apesar de conseguirem ganhar dinheiro com os seus blogues, continuam fiéis a si mesmos. Depois existem aqueles que, ao mudarem, perderam a sua essência e como tal perdem também o interesse. E, por fim, os piores de todos: aqueles que criaram um blogue por mero interesse consumista. Porque acham que vão receber coisas de forma gratuita e tal... Estes sim, são uma tristeza.

Há um pouco disto tudo e o importante é sabermos manter o nosso blogue à nossa imagem e seguir aqueles que verdadeiramente interessam :)

Ana Couceiro disse...

Apesar de concordar muito contigo... Acho que se o blog for exactamente a nossa medida, as coisas acabam por fluir tal como queremos :) Não desistas deste espacinho Sara, não agora que eu gosto tanto de cá vir.

É por ainda haver pessoas com que me identifico e que sei que são sinceras naquilo que escrevem e que eu contínuo a seguir blogs, mas cada vez mais selecionados..😉

É por ainda haver pessoas com que me identifico e que sei que são sinceras naquilo que escrevem e que eu contínuo a seguir blogs, mas cada vez mais selecionados..😉

Muitas vezes isso acontece. Só ao longo deste ano já pensámos nisso, mas depois vemos blogues como o teu que nos inspira pela sua pureza e realidade. Não desistas porque és um exemplo dos bons!!

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}