reflexão | Retrospectiva de 2013

29.12.13 SARA SILVA 3 Comments



Sei que é cliché dizer isto, mas nem acredito que daqui a nada já estamos a entrar em 2014! Quando começa Janeiro, sinto-me renovada e cheia de energia para pôr em prática nos próximos meses todos os objectivos que estabeleci para esse mesmo ano, mas o tempo passa sem que eu dê por ele e quando percebo, já estou a pensar nas resoluções do ano seguinte. É um ciclo que parece repetir-se depressa demais. 

No entanto desta vez até estou bem tranquila. Costumo ficar stressada a pensar no quão rápido o tempo passa, que daqui a nada já vivi metade da minha vida, que ainda há tanta coisa que quero fazer e que parece estar tão longe... e escusadamente, porque mesmo que queiramos, não conseguimos controlar tudo o que acontece na nossa vida. Essa é uma das lições que retiro deste ano que agora acaba.



Dos 21 anos que vivi até agora, 2013 foi definitivamente o ano mais marcante. Ficará lembrado por mim como o ano em que fui "obrigada" a avançar na vida. Por minha vontade, teria ficar mais uns aninhos a viver com o meu pai, teria planeado a minha vida conjugal com mais calma, teria dado tempo ao tempo para encontrar um emprego que me permitisse ser independente, teria juntado dinheiro para o futuro... mas as circunstâncias da vida atraiçoaram o meu lado mais metódico e fizeram-me ver que eu não tenho o poder de controlar inteiramente tudo o que acontece comigo. Como tal, este ano tenho vivido algo que planeei acontecer só daqui a 2 ou 3 anos, e apesar de tudo não guardo remorsos nem ressentimentos: se tudo tem um tempo certo para acontecer, acredito que já estava na hora, e felizmente tem dado tudo certo.

Defendo que é muito importante cultivarmos a capacidade de olhar para o passado e presente e analisarmos os acontecimentos. Não acredito que eles ou a nossa vida sejam aleatórios: tudo acontece por uma razão e por muito que custe a crer, nós temos aquilo que merecemos, ou por consequência dos nossos actos e/ou para aprendermos a ver as coisas de outra forma. Ao meditarmos sobre essas questões, conseguimos perceber o porquê de nos encontrarmos onde estamos. Este é um ensinamento que eu aprendi a ver com mais clareza em 2013 e que vou levar comigo para os anos seguintes, fazendo de mim uma pessoa menos ansiosa.

Outra coisa que percebi é que os nossos "sonhos" realizam-se mesmo - e escrevo sonhos entre aspas porque não me refiro ao seu significado mais enfatizado, ao estilo princesas da Disney, mas sim àquilo que é possível acontecer na nossa realidade. Eles realizam-se, mas raramente quando estamos à espera e nem sempre como nós imaginámos, um pouco como aquele provérbio que diz "tem cuidado com o que desejas pois pode tornar-se realidade". Os nossos sonhos irão cumprir-se, algures no futuro, pelo simples facto de querermos com muita força que aconteçam, mas serão acompanhados por alguma amargura porque infelizmente a vida não é perfeita. Eu tenho tido provas disso e acredito que seja mesmo assim.

Como podem ver, este ano foi sobretudo de mudança e reflexão aqui para os meus lados. Pondo as coisas na balança, posso dizer que, apesar de tudo, foi um ano positivo pois abriu-me os olhos para certas situações e fez-me crescer.

Em termos de objectivos que estipulei em igual período do ano anterior, alguns realizaram-se, outros não foram cumpridos e parte deles estão a demorar mais que queria e que irão integrar a lista das minhas resoluções para 2014. Mas é sempre assim que acontece, certo? Penso que o mais importante é traçá-los, pois eles reflectem o que queremos fazer da nossa vida :)

Posts relacionados

3 comentários:

Daniee disse...

Foi um grande ano para ti, com mudança e tudo o que trás de bom e mau, por isso é natural que estejas mais tranquila, talvez porque tenhas vivido muita coisa.:) Concordo com tudo o que disseste Sara, e só espero que o teu próximo ano seja igual ao melhor e que continues cheia de determinação para correres atrás dos teus sonhos, :)

Briana disse...

para ti foi um ano de muitas mudanças.. e sim concordo, nada acontece por acaso, agora só aquela de "cada um tem o que merece", há coisas que acontecem que as pessoas não merecem, mas serve para as fortalecer e para se encontrarem..

Sara Silva disse...

muito obrigada Daniee! :) também espero que o teu ano de 2014 seja ainda melhor que este que agora acaba :)
beijinhos *

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}