hobbies | Últimos filmes vistos: Amor à Distância, Cloud Atlas e Um Dia

3.2.13 SARA SILVA 4 Comments

Estas últimas semanas têm sido ricas em filmes, quer nas aulas quer em casa. Para mim, é daquele tipo de coisa que só me lembro do quanto gosto quando volto a fazer, porque na maioria das vezes o saber que tenho de ficar quase 2h em frente ao pc e sem fazer mais nada, desmotiva-me.
Estes são, então, alguns dos últimos que vi e não me arrependi:


Amor à Distância (Going the distante) - 2010

Decidi ver este filme porque o meu namorado me tinha falado nele (deu num dos canais nacionais ainda em Dezembro) e no quanto se identificava com ele. Eu fiquei curiosa e decidi ver também.
É uma comédia/romance que aborda o tema do relacionamento à distância, com várias cenas em que, quem está familiarizado com isso, se revê, tal como a separação, o contacto apenas virtual, os momentos de solidão, o viajar para estar com o outro... 
Tem também momentos muito engraçados, proporcionados principalmente pelos colegas do actor principal (Garrett - Justin Long), nos quais é impossível não rir (e eu, por norma, não sou fã de comédias por não achar graça às piadas).
Penso que gostei ainda mais deste filme por me encontrar numa situação muito parecida: eu estou em Erasmus e o meu namorado em Portugal. Foi bom poder contactar com uma história muito parecida, que me deu mais ânimo para aguentar.


Cloud Atlas - 2012

Pelas opiniões que já li, este é daquele tipo de filme que se ama ou odeia, que se percebe completamente ou não se entende nada. Eu AMEI.
É um filme de drama/mistério/ficção científica bem complexo e que aborda a vida de várias pessoas, em diferentes épocas históricas, tentando mostrar o impacto que as acções delas têm nas outras.
Gostei muito deste filme principalmente porque aborda temas e uma ideologia com a qual estou muito familiarizada, e penso que grande parte das pessoas não o entende por desconhecer as bases em que ele se baseia.
Apesar disso acredito que não há quem não tenha admirado a caracterização das personagens. É incrível! Isto porque existe um conjunto de actores que, através de várias mudanças a nível de imagem, consegue vestir a pele de diferentes pessoas nas diferentes histórias que o filme conta. É um desafio tentar perceber quem é o actor por detrás de toda aquela caracterização.


Um Dia (One day) - 2011

Este filme é um drama/romance que conta a história de duas pessoas que se mantêm ligadas, embora afastadas fisicamente, durante 20 anos, havendo uma data especial em que fazem o possível para se encontrarem.
Eu gostei e não gostei deste filme. Por um lado prende-nos ao ecrã porque estamos sempre curiosos para ver o que vai acontecer a seguir, e mostra locais muito bonitos, mas por outro a história deixou-me irrequieta, pois dá para ver que as personagens principais se amam, mas escolhem não estar juntas. E depois (eu tenho mesmo que referir isto), o actor principal, (Jim Sturgess - Dexter), que é giro que se farta, interpreta o papel do típico homem que eu não suporto: mulherengo, irresponsável, que não sabe o que quer da vida e que só faz asneira.
No entanto, apesar de tudo, é um filme que nos faz suspirar porque, tal como na vida real quando nos deparamos com uma relação complicada, agarramos-nos aos pequenos pormenores e transformamos-los em esperança.


E vocês, já viram algum destes 3 filmes? Têm a mesma opinião deles que eu?

Posts relacionados

4 comentários:

Eu fui ver o Cloud Atlas e digo-te que os primeiros 20m minutos do filme não percebi nada... mas depois de começar a perceber, digo-te ADOREI o filme. Sim, é super complexo e tem que se tar com imensa atenção mas adorei mesmo o filme. :)

beijinho

saracr disse...

vi o one day e adorei o filme.

Isabel Lima disse...

Só não vi o Amor à distância e por isso não posso opinar. Quanto aos outros dois, partilho a mesma opinião que tu :)

D.Pereira disse...

ainda só não vi o do meio... mas gostei bastante dos outros dois... o Cloud Atlas está no top da minha lista para ver :)

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}