reflexão | Dia dos namorados, festejar ou não festejar

10.2.13 SARA SILVA 3 Comments

... eis a questão.

Sobre este tema as opiniões dividem-se muito: há quem ache que é apenas um pretexto para o consumismo e que o amor não tem dia marcado, e há os românticos incuráveis que adoram todos os rituais em torno da data e não abdicam de a festejar.

Já eu, encontro-me algures aí pelo meio. 
Acho que, já que a data existe, seria bom se preparássemos algo especial para a diferenciar dos outros dias, mas isso não significa que não o possamos fazer também num qualquer outro dia do ano - e o ideal é que assim seja.
Por outro lado não acho correcto o sentimento de "obrigação" de oferecer algo à cara metade só porque é "o Dia dos Namorados", porque o que por vezes acaba por acontecer é que se oferece alguma coisa só porque sim, para não desiludir a outra pessoa ou para não parecer mal. 
Cabe ao casal decidir se festeja e como festeja, e não fazer algo só porque a sociedade, as montas das lojas e as marcas nos impõem.

A meu ver, as acções contam mais que as ofertas e, mesmo que em algum 14 de Fevereiro eu não receba nada material para imortalizar a data, fico contente por ter, simplesmente, boas memórias desse dia para mais tarde recordar 

Posts relacionados

3 comentários:

Eu confesso que não ligo muito, acho giro ver nos filmes e o tema em geral, mas mesmo assim não ligo. ;D

Andreia disse...

Bem que preciso! Ahah
Eu vou comemorar com um almoço num sítio mais arranjadiinho e umas prendinhas "para a brincadeira" :)

*Lili* disse...

Estou contigo, acho que não devemos dar excessiva atenção a este dia e ignorar todos os outros. Mas gosto de fazer pelo menos qualquer coisinha simbólica, já que o dia em si existe não é verdade? :)
O que eu fiz? Um género de álbum com os meus cartoons em banda desenhada e um postal :) como sei que a pessoa em questão adora os meus desenhos acho que será uma boa surpresa :)

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}