pessoal | Retrospectiva do meu ano 2012

31.12.12 SARA SILVA 7 Comments

Com o presente ano a chegar ao fim, sinto necessidade de fazer uma retrospectiva. Faço isto todos os anos porque me ajuda a recordar os bons e maus momentos e a reflectir sobre os erros que cometi, ou as alegrias de conquistei, para melhorar e/ou repetir no ano seguinte.

Em relação aos objectivos que tinha definido para 2012, posso dizer que cumpri grande parte deles. Fico contente por isso porque alguns deles marcaram o meu ano! Os que ficaram pelo caminho, farão parte da lista que hei-de criar entretanto para 2013.

No entanto, como sempre acontece, ao longo deste ano que agora acaba surgiram aspectos negativos que eu não antecipei e/ou os quais não tive o poder de mudar. Estes foram os mais relevantes:


  • A partida do meu irmão
    Neste verão ele mudou-se para a Suíça, para lá recomeçar a sua vida ao lado da minha mãe. Eu apoiei esta mudança porque que é benéfica para ele, mas custou porque, apesar de não sermos irmãos muito dados, fez-me perceber que vamos crescer separados. Espero, do fundo do coração, que no futuro isso não signifique um distanciamento entre nós...
  • O "acidente" familiar
    Sobre este assunto não me vou alongar porque levar-me-ia horas para o explicar e não estou com a mínima vontade de passar muito tempo a pensar nele, ficando-me apenas pelo "as pessoas realmente enganam". Falta-me só compreender o gosto que certas gentes têm em martirizar-se com sonhos e esperanças fracassadas (karma, tudo karma), invés de esquecer e seguir em frente.
  • As incertezas face ao futuro
    Neste ano senti-me sempre muito frustrada em relação ao meu futuro escolar e profissional. Foram infinitas as vezes em que me questionei se tinha tomado as decisões certas, se estou no caminho certo, o que é que quero, o que é que não quero... e ainda não encontrei respostas. Acho que isto também se deve, em muito, ao estado de desânimo no qual se encontra o nosso país. Sem grandes esperanças de melhorias a curto prazo, tanto faz se estou a tirar um curso ou não.

Mas, porque a vida não é só feita de dissabores, também há aspectos positivos dos quais me posso orgulhar e que servem para equilibrar a balança. Estes são os mais significativos:


  • A continuação do meu namoro
    Neste ano que agora acaba celebrámos os 3 anos em que estamos juntos como namorados. Sem dúvida que ele é a pessoa ideal para ter ao meu lado e sinto-me imensamente feliz por, apesar das adversidades, continuarmos juntos e ainda mais fortes!
  • A reaproximação de antigas amizades
    Com a transição de umas escolas para outras acabei por me afastar, por várias razões, de pessoas de quem era muito próxima. Mas este ano fiquei muito feliz por ver que, apesar de tudo, a vontade de nos voltarmos a aproximar foi mais forte e, se tudo continuar assim, em 2013 teremos muitas mais razões e oportunidades para continuarmos a trabalhar no "resgate" da nossa amizade.
  • O Erasmus
    Este foi, provavelmente, o acontecimento mais marcante deste ano! Na altura da candidatura as dúvidas eram muitas mas depois de muito pensar e repensar, decidi ir! E já nem queria pensar mais nisso, não fosse eu mudar de ideias.
    A experiência ainda não acabou mas posso dizer que, apesar de tudo, está a ser muito enriquecedora! E, acima de tudo, serviu para me reencontrar a mim própria.


Pode parecer pouco mas, verdade seja dita, quando se chega a Dezembro já não nos lembramos de tudo o que aconteceu ao longo de um ano inteiro, por isso optei por fazer um resumo dos 3 piores e melhores momentos. Mas claro que não foi só isto que aconteceu e claro que também não iria escrever tudo, porque, na realidade, o que importa são as recordações e as aprendizagens que levamos connosco para esta nova fase da nossa vida 

Posts relacionados

7 comentários:

O que importa é fazer um balanço positivo, coisas más acontecerão sempre, desde que as boas sejam em maior número, a vida é perfeita. :D

Noa disse...

Também fiz Erasmus este ano e foi fabuloso. Bom 2013 para ti :)

D.Pereira disse...

Pelo que me parece, tiveste um ano bastante equilibrado entre coisas boas e más... não fazia ideia disso do teu irmão :/ que chato! ... este ano aconteceram também muitas coisas más, infelizmente lembro me mais das más do que das boas... enfim... espero que este ano que vêm seja melhor a dobrar!

Sara Silva disse...

sim, é verdade: coisas más hão-de sempre acontecer. mas o que importa é que as boas compensem! :)
beijinhos *

Sara Silva disse...

parabéns, decerto que foi uma experiência que te marcou, tal como a mim :)
beijinhos, bom ano para ti também *

Sara Silva disse...

não sei se as coisas boas e más que aconteceram estão equilibradas ou não, eu decidi apresentar assim só 3 de cada para não alongar muito o post.
sobre o meu irmão é normal que não saibas porque faz parte das coisas mais pessoais que não falo aqui no blog, mas eu acredito que lá ele terá um futuro melhor que cá.
este ano há-de ser melhor, temos que acreditar nisso! :)
beijinhos *

Rita S. disse...

Detesto as coisas más, mesmo que venha um ano novo as coisas más mantêm-se, detesto!!

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}