dica | Preparação para Erasmus - parte 2

by - quinta-feira, agosto 30, 2012



Neste post trago-vos mais informações acerca do que é preciso para fazer Erasmus! Falta apenas um mês para a data da minha ida e já está quase tudo tratado, faltam apenas os aspectos de que vos falo neste post ☺


{3}
Contactar a escola estrangeira

Depois de enviados os dados e documentos necessários para a matrícula na instituição de ensino estrangeira, o primeiro contacto acontecerá algum tempo depois, e é quando vos serão fornecidas informações mais concretas (duração e interrupções do período escolar, alojamento, etc).

No meu caso, a escola foi muito simpática em ter enviado, por correio, brochuras informativas relativamente ao país, cidade e sobre o próprio programa Erasmus. Fiquei muito satisfeita com esta surpresa, pois foi uma forma de conhecer o que eles têm para oferecer a nível turístico, e claro que fiquei curiosa por visitar alguns locais!


{4}
Garantir a nossa saúde lá fora

imagem: flanderstoday.eu

Se não têm o Cartão Europeu de Saúde, deverão fazê-lo antes de se irem embora, pois ele tem como objectivo "simplificar os procedimentos a ter em conta quando necessitarem de cuidados médicos urgentes" no país para onde vão. (fonte)

Além disso, se tiverem dependentes de cuidados especiais ou a seguir alguma medicação (pílula incluída), é recomendado precaverem-se e levar essa mesma medicação em grande quantidade. Assim poderão tomá-la durante toda a vossa estadia, mesmo que não se venda no país para onde vão fazer Erasmus.

Se precisarem ou se se sentirem mais confortáveis, procurem também marcar consultas no vosso dentista, dermatologista ou outro, de forma a prevenir possíveis problemas que possam vir a ter durante os meses lá fora.

{5}
Conhecer o/a Erasmus Buddy

O Erasmus Budy é um estudante na faculdade estrangeira que ficará encarregue de uma pessoa ou de um grupo de Erasmus a receber nessa faculdade. 

Não tenho a certeza se todas as faculdades aderem a esta ideia, mas acho que deviam porque me parece ser óptima para a integração! No meu caso, e ao contrário do que eu inicialmente pensei, a minha Erasmus Buddy será a de todo o grupo de Erasmus daquela faculdade. Ela responsabilizar-se-á por nos ajudar com questões do quotidiano, oferecer-se-á para nos mostrar a escola e cidade, e também se deverá mostrar disponível para quando precisarmos de assistência médica, questões bancárias e outros aspectos. 

Acho que é mesmo muito importante ter alguém nativo do país para onde vamos que nos possa ajudar nestas questões, e em quem possamos confiar. Caso contrário até as coisas mais simples do dia-a-dia (como ir às compras) se podem tornar um bicho de sete cabeças, principalmente se não falarmos nem percebermos a língua - que é o meu caso.


{6}
Tratar das últimas burocracias

No meu caso, já só tenho de assinar um contrato (que ainda não sei bem o que é, mas deve ter a ver com a oficialização do Erasmus).


{7} Planear a estadia

imagem: wtg-global.net

Com tudo encaminhado, e estando a aguardar pela tão ansiada data de ida, podem aproveitar o tempo para planear a estadia: fazer uma lista de locais que querem visitar, coisas que querem fazer, países em redor que querem conhecer, etc.

Fazer Erasmus é uma experiência que dificilmente se voltará a repetir, pelo que também é boa ideia encontrar uma forma de registar todos os momentos. As fotografias são garantidas, mas há muitas pessoas que escolhem também criar um blog para relatar as suas aventuras e desventuras. Desta forma terão sempre um espaço online disponível para recordar esses momentos, ao mesmo tempo que os partilham com outras pessoas.

{8}
IR!


via GIPHY

Com todas as burocracias tratadas, os bilhetes de viagem comprados, as malas feitas e a chegada do tão ansiado dia, não olhem para trás - simplesmente vão e confiem no que vos aguarda!

Se há uns meses eu estava indecisa, agora que estou envolvida em todo este processo já não penso em desistir. Sei que vão haver dias em que me vai custar muito estar longe da minha zona de conforto e das pessoas de quem mais gosto, mas não conheço ninguém que se tenha arrependido de fazer Erasmus!


Espero que os orientações na parte 1 e nesta parte 2 vos tenham ajudado a preparar a vossa ida para Erasmus.
Se tiverem dúvidas, podem deixar comentário ou enviar email... e aproveitem ao máximo esta oportunidade! 

Posts relacionados

2 comentários

  1. Belas dicas :):) Só é pena eu já não ir a tempo de fazer erasmus =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Faz-me recordar o meu tempo de Erasmus em Barcelona...vais adorar!!! Boa sorte nesta aventura :) *

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}