pessoal | Coisas que me irritam acerca da praia

7.8.12 SARA SILVA 12 Comments


É oficial: nesta altura do ano toda a gente fica louca com a praia, não se pensa noutra coisa! 

Publicam-se fotografias da/na praia em todas as redes sociais, a roupa de praia passa a ser objecto de desejo, todas as horas livres são boas para se estender ao sol, a roupa do dia-a-dia é escolhida a dedo com o propósito de mostrar o bronzeado, as havaianas tornam-se o calçado de eleição... vocês percebem o enquadramento!

Porém, no meio de toda esta generalidade, há uma ínfima percentagem de pessoas que, vá-se lá compreender, não se entusiasmam com estas coisas tão típicas do verão. Pessoas pálidas, que não entendem a essência de 'fazer praia', de ser um carapau ao sol, de apanhar uma insolação na tentativa de ficar bronzeada... pessoas como eu.

Não é que abomine o culto da praia mas, dentro de todas as coisas que as pessoas adoram e que a mim me enjoam passado pouco tempo, a praia e tudo o que ela inclui, é uma delas. E porque este facto deixa muita gente chocada, e explicar oralmente todas as minhas razões leva muito tempo, decidi criar este post para justificar esta minha particularidade, com a esperança de assim passar a ser compreendida (pronto, na verdade não tenho grande esperança, é só mais para dizer o que acho).

Coisas que me irritam acerca da praia 

ou 

As minhas razões para não gostar
assim tanto de praia

imagem: eugeniaschmidt.blogspot.com

Lixo na areia

É inevitável: em todas as praias há sempre qualquer coisa na areia que deixa as pessoas desconfortáveis. Ou são aqueles enigmáticos pauzinhos de plástico colorido, ou garrafas de água deixadas a apodrecer, ou paus de madeira, ou pedras, ou beatas, ou algas (...). Culpa de pessoas pouco asseadas ou apenas da natureza, as nossas passadas no areal têm de ser sempre muito bem calculadas.



Obsessão de ficar bronzeado/a

Um pouco de cor dá-nos um ar mais saudável, isso eu concordo, mas daí a passar horas e horas ao sol para ficar o mais bronzeada possível, é um fascínio que eu nunca irei compreender. Eu não acho que a maioria das pessoas fique bonita com uma cor de pele não-sei-quantos tons acima do seu, chega até a ser assustador. Isso e a mentalidade de certas pessoas que acham que o seu escaldão se irá converter num lindo bronzeado. Acordem: um escaldão não é saudável e pode dar origem a sérios problemas de pele no futuro, como cancro.



Chinelos de praia e calções de banho em todas as situações

É nesta altura do ano que se torna mais fácil reconhecer as pessoas sem noção no que toca a vestir e calçar. Quando é que irá ser criada uma lei que dita que chinelos de praia e calções de banho só devem ser usados em ambiente de praia e piscina, e não na cidade, na escola e outros?



Aspectos menos estéticos do corpo das pessoas

Não nos vamos armar em esquisitas ou defensoras de tudo o que é natural: na praia vê-se muita coisa que preferíamos não ver. E mais não digo, deixo o vosso pensamento fluir #medo



Multidões

Tudo o que é muita gente junta, deixa-me nervosa, e na praia ainda pior. Não gosto da sensação de ter dezenas de pessoas a olharem para mim semi-nua, não gosto de pessoas desconhecidas que estendem a toalha a 1m da minha, não gosto de ir dar um mergulho ao mar e bater com a cabeça na barriga de alguém, não gosto de crianças a correr como loucas à minha volta e a levantarem areia para cima de mim... e a lista continua.



Areia em todo o lado

Na toalha, no carro, no cabelo, nas orelhas, por dentro do bikini, na casa de banho (...) é uma verdadeira invasão de areia, que dificilmente conseguimos controlar.



Marcas de bronzeado

A maioria das pessoas adora, mas eu dispenso. Não gosto do contraste e o pior é que, na minha pele, apesar de ir atenuando, ele permanece durante vários meses (e não, isso não é bom)! Para remediar a problemática dos atilhos do bikini, tenho vindo a preferir os cai-cai e assim não fico com marcas visíveis (apesar de ficar marcada na mesma). Se não fosse tão conservadora neste aspecto, até faria praia numa praia de nudistas só para não ficar com a marca do bikini.



Vendedores ambulantes

São uma espécie de arrumadores dos parques de estacionamento, mas mais irritantes porque vendem de tudo e estão convencidos que nós precisamos de tudo. Bem, mas não vamos generalizar: os que trazem comida, como os da bolacha americana e gelados, até são bem vindos!


Há muitos outros aspectos que eu podia acrescentar a esta lista, mas ela ia ficar muito longa, por isso optei por falar dos que me lembro assim à primeira.

E porque eu não sou assim tão extremista, e até gosto de fazer praia uma vez por outra (para mim chegam 3 ou 4 dias durante o verão todo), reconheço que há também coisas boas, tais como estar deitada na toalha, a relaxar, com o som das ondas de fundo ☺

Posts relacionados

12 comentários:

Daniiela disse...

Compreendo-te perfeitamente! Eu gosto de fazer praia uma semaninha mas mais que isso já fico farta, não é algo que me fascine muito..

Beatriz Subtil disse...

querida eu junto-me ao teu clube sou a pessoa mais branca ate desculpas arranjo para me baldar a praia com as minhas amigas, 1 hora na toalha e fico impaciente com vontade de ir embora para a sombrinha da minha casa! devo ser a pessoa mais branquinha das minhas amigas xD

Nádia disse...

sou exactamente como tu!

gosto uma semanita por ano, se a companhia for boa e tal, mas no geral dispenso :ppp


2 GIVEAWAYS – green pants AND $100 Choies voucher + pair of shoes!
My Fashion Insider

GirlOnSmile disse...

Sou como tu mesmo..
Na hora da praia enquanto eles estão ao sol a trabalhar para o bronze, eu estou debaixo do chapéu-de-sol e raramente saio para fora :)

Macy disse...

em certa parte compreendo-te... eu tbém me farto um bocadinho.

(eu ADORO o teu blog!)

D.Pereira disse...

hahah isso é que são argumentos contra a praia... oh well eu cá gosto de marcas de biquíni, gosto de andar bronzeada, andar na água, relaxar e eu pronto, sou daquelas cor de porcelana e muitos gozam comigo quando me bronzeio porque dizem que não estou bronzeada... but i dont care

Macy disse...

oui, gosto mesmo do teu blog :)
quase que te "consigo" conhecer através dos teus posts... eu gosto disso ^^

Beijinho e o obrigada pelos teus comentários *

*C*inderela disse...

Compreendo-te perfeitamente! Não sou adepta da praia, do não fazer nada ... aquilo maça-me imenso :P

Bjokas

Sara Silva disse...

obrigada pelos vossos comentários, meninas!
já não me sinto sozinha, ahah :)

Miss Bad disse...

Eu até gosto da praia, mas o facto de apanhar um valente escaldão todos os anos por mais cuidado que tenha...náa.
Percebo-te perfeitamente e embora suporte praia porque o bronzeado muiiito ligeiro com que fico diminui-me as olheiras xD cada vez gosto mais da minha pele branca : )

Sorteio 1º prémio DeluxeDay : http://www.thediariesofmissbad.pt/2012/07/sorteio-1-premio-deluxeday-incloset.html

riotdontdiet disse...

FINALLY! todos, mas mesmo todos os pontos que escreveste, concordo plenamente, e irrita me TANTO levar com aqueles olhares tipo "nao és normal" ugh

a unica coisa que gosto na praia é mesmo o mar, e embora goste de me ver com mais corzinha (embora é mto raro pegar algo) nao ligo mesmo. o facto de haver muito vento nas praias do norte, pior ainda. nao quero comer areia :D

Maria disse...

Acredita que devem existir imensas raparigas como tu. Mal que não seja porque não somos todos iguais e, porque a maioria gosta de praia, não significa que toda a gente goste. Eu até não me importo de ir à praia; mas é mesmo no Inverno quando estão totalmente vazias, e para passear e apanhar a briza do mar. No Verão é um autêntico pesadelo. Ou são as pessoas que mais parecem estar num mercado a venderem peixe, ou são as crianças aos gritos, a correr por todo o lado e a encherem-nos de areia dos pés à cabeça, ou então a confusão que se instala a partir das 12h quando toda a gente aparece e o tamanho da praia começa a diminuir à velocidade da luz.

Também sou bastante branca (mais do que pensava até), mas não me importo muito com isso. Não me importo com aqueles pensamentos de que não sou normal por não gostar de praia e isso. Lamento simplesmente que as pessoas não compreendam que não há um comportamento standart e, que todos temos direito às nossas próprias opiniões.

Beijinhos!

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}