opinião | 'O quê? Não vais para a universidade?!'

by - domingo, maio 29, 2011

É engraçado (e parvo) quando quase toda a gente toda a gente fica admirada por eu dizer que não vou para a universidade quando acabar o meu curso... qual é o espanto afinal? A minha vida não depende de uma licenciatura. Decidi fazer este post para esclarecer algumas mentalidades e exprimir a minha opinião.

Vamos começar pelo inicio: eu nem sempre pensei desta forma. Na verdade, quando acabei o meu 9º ano, decidir ir para uma escola secundária em Leiria seguir Línguas e Humanidades porque estava indecisa entre, mais tarde, seguir licenciatura de Turismo ou Psicologia (uma área pela qual me interesso muito também) e achei que esse seria o caminho ideal e que me daria as melhores bases. Mas aquela escola e o próprio curso, que no início me entusiasmavam imenso e em relação ao quais criei grandes expectativas, acabaram por se revelar um pesadelo e desilusão devido a vários aspectos, nomeadamente (económico-)sociais. Alguns meses antes do fim do ano lectivo, vi-me confrontada com duas realidades: ou continuava naquela escola, desmoralizada, desmotivada e insegura acerca de todos e até de mim própria, ou arriscava mudar de curso e começar tudo de novo com pessoas que não conhecia. Custou-me, mas escolhi esta última opção e não, não me arrependi em nada, pelo contrário!

Acabei por me inscrever num curso profissional, pois, ao logo daquele ano, tinha percebido que não queria passar mais tempo a estudar coisas que nada ou pouco têm a ver com o que quero seguir, e fui para o Curso Técnico de Turismo aprender coisas concretas.
do filme "Uma outra educação" - aconselho
Continuava a querer seguir universidade, talvez por nunca me ter passado pela cabeça outra alternativa, e por sempre ter ouvido os meus pais dizer que "me pagavam a escola até eu não querer estudar mais". Mas, ao longo do tempo, acabei por perceber que quando acabasse este curso, iria ter oportunidade de trabalhar na área sem precisar de uma formação superior e também porque depois destes três anos de MUITOS trabalhos realizados, muitos prazos, muito estudo e muita dedicação (sim, porque os cursos profissionais não são para burros e preguiçosos, como muita gente pensa pensa), a última coisa que quero agora é começar a dedicar-me a exames e a mais três anos de muito estudo e stress.

Então já apontei duas razões: tenho a hipótese de encontrar emprego na área quando acabar este curso e estou saturada de estudar e de ter aulas. Uma outra razão muito importante é que eu preciso de dinheiro. Felizmente posso dizer que não sou pobre, mas neste momento o meu pai é o único que me sustenta e eu sei que lhe custa não me poder dar tudo o que eu peço e que, na minha idade, já começa a ser muito (sim, estou a falar de roupa, maquilhagem, sapatos... enfim, esses "vícios" femininos, vocês entendem), então a única alternativa que vejo é eu encontrar um trabalho e ganhar o meu próprio dinheiro, o que me agrada muito. Além disso acho que o nosso país actualmente está mau o suficiente para empregarem pessoal com licenciaturas e que tenho mais hipótese se tiver apenas o 12º, depois não acho piada à vida de universitário: não concordo com as praxes, não sou rapariga de noitadas e sair à noite todas as semanas, também não sou assim tão sociável e extrovertida, não gosto do traje nem das tunas... basicamente eu acho ia ser uma nerd solitária, LOL.
E nesta altura do ano, em que a maioria das minhas colegas e amigas estão a acabar o 12º ano, falamos sobre as nossas previsões e objectivos futuros, e quando lhes pergunto o que vão fazer quando acabarem o curso, elas respondem-me "Vou para a universidade, claro!" e eu pergunto "Então e vais seguir o quê?" e elas "Não sei, mas vou!" (...). Eu simplesmente não consigo compreender estes pontos de vista, parece que o seguimento normal da vida é ir para a universidade e não há mais alternativa nenhuma!

Atenção que eu não estou a criticar quem está na universidade ou a pensar ir para lá, simplesmente acho parvo quem lá está/quer ir porque é o que toda a gente faz, ou só "porque sim". Nós já não estamos no tempo dos nossos pais em que quem não ia para a universidade era considerada uma pessoa menos instruída ou até mesmo menos pessoa. Actualmente há 1001 maneiras de nos formarmos, sem ter de ser através de um ou dois ou três cursos superiores. Eu penso assim e é assim que eu escolho. Acho que se, no meu emprego, os meus superiores acharem que me faltam bases, vão apostar em formações e workshops, e isto não é ilusão, em Turismo isto acontece muito (ex.: com recepcionistas da cadeia de hotéis Ibis).

E, com isto, eu vou continuar a dizer, com toda a normalidade, que não vou para a universidade e agradeço que as pessoas não comecem a "disparar" perguntas de espanto. Porque eu estou muito determinada, confio em mim e nas minhas capacidades, acho que não é uma licenciatura que vai fazer de mim melhor pessoa, além disso sou optimista o suficiente para acreditar que vou conseguir singrar no mundo do trabalho!

E pronto, espero não ter desmoralizado nem ofendido nenhuma estudante universitária - até porque eu sou defensora da ideologia de que cada um faz o que quer e aquilo em que acredita - por isso, se realmente for mesmo isso que vocês querem, força e boa sorte!

Posts relacionados

24 comentários

  1. Eu tirei um curso profissional, adorei e não escolhia outra coisa.

    A area de turismo tem muita saida ainda ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu fui para a faculdade porque quis, não percebo porque falas assim o espirito academico é fantástico (tenho grande orgulho de tudo, e não falo de bebidas nem de noitadas porque é muito raro)

    No entanto, se é isso que queres é isso que deves fazer. Espero que tenhas sorte =) E pode ser que ainda te paguem para ires para a faculdade cof cof xD depois vais ver se não vais marrar (preguiçosa :P)

    Bj**

    ResponderEliminar
  3. Encontrei o teu blog por acaso e do que andei a ver parece ser bastante interessante =)!Quanto ao post que fizeste não concordo com algumas coisas que disseste, mas claro nem todos temos a mesma opinião, acabei o meu curso este ano e foram os melhores 4 anos da minha vida ate agora, e a faculdade não é só isso que disseste acho que muitas pessoas têm uma imagem errada do que é ir para universidade e do que é espírito académico mas lá esta nem todas as pessoas têm as mesmas experiências =)!!Acho sim errado ir por ir como disseste, tirar um curso superior é um assunto serio e não se deve levar de animo leve!!Na tua área acho normal que não o queiras fazer por agora ate acho que será uma boa opção começares a trabalhar e ganhar experiência mas acredito que se calhar daqui a uns anos provavelmente poderás mudar de ideias, nunca te contentes com pouco ambiciona sempre mais =)!Acho que formação nunca é demais e não se deve pensar na universidade apenas como um sitio de festas e bebedeiras!Desculpa se me alonguei mas o teu post chamou me atenção e o teu blog também, sem duvida vou continuar a seguir!Beijo

    ResponderEliminar
  4. eu adoreeei o ensino superior, mais pela experiencia em si do que pelo conhecimento embora também tenha sido importante. mas hoje em dia não exerço o que estudei e sou muito feliz. porém também não me arrependo minimamente de ter feito a licenciatura! tudo teve a sua razão, na altura eu queria mesmo muito it, mas concordo contigo, não é isso que te vai garantir emprego. tu e as tuas capacidades é que vão:)*e quem tem essas ideias preconcebidas secalhar vai acabar mal no final, ao perceber que secalhar seguiu o rebanho e não a sua vontade**

    ResponderEliminar
  5. Soubesse eu o que sei hoje, provavelmente também teria ido para o ensino profissional. Cozinha e Pastelaria, provavelmente. Soubesse o que sei hoje, não tinha DE CERTEZA escolhido o científico-humanístico de Ciências e Tecnologias.

    Beijinho e força com a tua decisão!

    ResponderEliminar
  6. Olá :) a tua opinião é válida mas apenas não concordo com a descrição da universidade. Eu por exemplo saía no primeiro ano e não era todas as noites, mas apenas uma por semana. A universidade não é o lugar da borracheira porque isso depende da mentalidade de cada um. Se fores fã de festas, tens muitas festas, mas se não fores podes fazer mil e uma coisas na universidade que são muito úteis e engraçadas. A minha irmã está em turismo, e curiosamente o que queria inicialmente era Psicologia.
    Também tenho uma amiga que tirou o curso profissional em Turismo e agora decidiu ir para a universidade. Ela diz que sim, aprendeu mt no curso profissional, mas que há muito mais para aprender e não é verdade que Portugal já quase não dá empregos a licenciados. Portugal não dá emprego a quase ninguém.
    Espero que não penses que estou a criticar :) apenas quis mostrar o meu ponto de vista

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. muito obrigada por terem partilhado os vossos pontos de vista, sem dúvida que estes são os comentários que mais gosto!


    SU90 - eu não estava a criticar o espírito académico, apenas a dizer que não é para mim porque do q ouço sobre experiências sociais de pessoal da universidade, fico sempre desagradada e não me identifico :) e sobre pagarem-me para ir para a universidade, estás a falar dos meus pais? eu acho que eles gostavam que eu fosse mas, por outro lado, sei que ia ser difícil para o meu pai sustentar todo esse meu ensino, só mesmo se eu optasse pela vida de trabalhadora-estudante mas eu acho que isso é demasiado extenuante...


    Rachel* - eu às vezes penso como seria se eu fosse para a universidade e acho que daqui a uns tempos vou ter pena de não ter ido, mas ainda tenho alguns anos pela frente e posso sempre decidir apostar numa licenciatura :) mas agora não é um bom momento para isso e tenho outras prioridades...


    Cátia - tal como respondi aqui à Rachel*, eu não garanto que me venha a arrepender de ter deixado escapar esta oportunidade, mas sei que daqui a uns anos posso mudar de ideias e ir. e sim, eu acredito nas minhas capacidades e há quem tenha chegado muito longe apenas com o 4º ano :)


    Guida - o curso de Ciências e Tecnologias é um que eu nunca seguiria, LOL, não sou nada boa a matemática nem a química, acho que ia ficar mais frustrada do que o q estava quando estive em humanidades! o de cozinheira e pasteleira parece-me muito interessante :)


    Daniela Salsa - eu não me sinto criticada, pelo contrário, eu gosto quando as pessoas dão a sua opinião :) o que falo e penso sobre a universidade é o que ouço falar e vejo, porque realmente eu nunca estive dentro disso para poder avaliar com certezas, mas criei esta ideia e acho que não me ia encaixar bem...
    Claro que a universidade não deixa de ser uma experiência enriquecedora a nível de conhecimentos, mas neste momento é complicado e prefiro mesmo encontrar um trabalho/emprego, mais tarde volto a pensar nisso :)

    ResponderEliminar
  8. Olá! Já que li a tua opinião toooooda [lol] deixa-me também "criticar" um pouquinho [até porque estamos num país livre de opinar :)].
    Em relação ao que tu escolhes-te totalmente de acordo, devemos ser independentes, e tomar partido da nossa atitude enquanto jovem/adulto. Quanto à universidade deixa.me dizer-te uma coisa, tu aprendes o suficiente no ensino professional, mas acredita que aprendes muito mais no ensino superior. E confirmo-te isso porque eu trabalho na minha faculdade [e estou no 1ºano] com estagiários do ultimo ano de curso profissional [alguns jã sao estagiários há mais de um ano] e acredites ou não alguns andam lá [falo de engenharia quimica] sem saber a formulas quimicas do composto quimicos oO entendes o que quero dizer? É que apesar de o ensino profissional ser o suficiente não quer dizer que se deva parar por ali [mas concordo cntg uma vez que estás farta de estudar, também eu estou, mas acredito que se continuar no que gosto no futuro adaptar-me-ei muito melhor à minha profissão]. Em relação à praxe, às tunas, como é que sabes que não gostas já experimentas-te? Já agora, não precisas de ser extrovertida e gostar de noitadas ou bebida para andares numa universidade. Eu falo por mim, sou totalmente contra o alcool e isso não quer dizer que não me divirta numa faculdade. "Nerd solitária" dizes tu... Bem mas isso não existe em todo lado? Nomeadamente ensino primário, secundário e superior? Existe, verdade seja dita e no entanto há que seguir em frente!

    Bem, espero que tomes a decisão mais correcta e que melhor te agrada. Felicidades e boa sorte no futuro :) Toda a gente precisa :O

    Beijitos*

    http://realdreams-liliana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. =)
    Eu percebo* estava mesmo a falar que quando arranjares trabalho eles podiam-te pagar, como falaste há muitas empresas que o fazem ;)

    ResponderEliminar
  10. Estava aqui a lembrar-me, que a minha faculdade tem mais pessoas à noite que de dia. Tenho colegas que tem as mães a estudarem à noite e é super estranho ver pessoas à noite que muitas já parecem mais avózinhas que outra coisa (e levam imensas cábulas LOL) e como têm uma força imensa de lá estarem a estudar. É incrivel =)

    Acho que cada um deve fazer o que quer e o que gosta, se bem que nem sempre conseguimos e temos de sujeitar às pequenas coisas, mas lutar sempre para conseguir o que queremos =)
    Concluindo, compreendo-te =)

    Ps: nao é uma decisão para toda a vida, é uma decisão ;) Podes sempre voltar atrás (por isso acho que não é assim o fim do mundo) ;) Tenho colegas que tiveram 1 ano a trabalhar só para terem dinheiro para ir para a faculdade e ficaram trabalhadoras estudantes, mas n é fácil. Basta querer ;)

    ResponderEliminar
  11. ena pá, posso dizer que concordo com tudo.
    tenho 21 anos e ainda hoje me perguntam se não vou para a universidade, como se o facto de não querer ir me torna-se em alguma aberração. ainda hoje as pessoas não entendem que tal como algumas não nasceram com vocação para cozinhar ou whatever, eu não nasci com vocação para estudar. Lembro-me perfeitamente que sempre quis concluir o secundário e ingressar no mundo do trabalho, nunca desejei ir para a faculdade, e acredito que aquilo além do conhecimento que se adquire é a maior experiência de uma vida onde se conhecem pessoas e mentalidades completamente diferentes das nossas. Por isso mesmo, nunca iria para a universidade só pela vida académica, de que toda a gente fala maravilhas e eu acredito que iria amar. Agora, mesmo passados quatro anos, e as coisas não terem corrido de todo como desejava, não me arrenpendo e se voltasse atrás faria o mesmo, e continuo a manter a minha decisão de não ir para a faculdade.

    ResponderEliminar
  12. eu cá é ao contrário, acho que desde cedo muita gente deduzi que só iria até ao 12º ano e que depois iria trabalhar ou arranjar logo alguém e criar família, sabe-se lá porque. Mas epá tenho objetivos de vida muito grande e sou bastante ambiciosa e quero sempre ir muito à frente, seguir para aquilo que acho que é o melhor para mim. Tive professores que disseram que era o melhor que fazia, outros que sou parva que só estou a desperdiçar tempo e eu sinceramente não me importo com nenhuma das opiniões porque para mim o que me importa é o que quero, que é continuar a estudar. Todos somos diferentes, todos queremos coisas diferentes para as nossas vidas. :) não digo que fazes bem ou mal, apenas digo que fazes o que é acertado para ti.

    ResponderEliminar
  13. eu tbm fiz um curso porfissional de turismo. e tambem nao quis seguir a universidade. ma a oferta de emprego esta/estava tao escassa, que optei por fzr um CET na msm area. e não me arrependo nada, maiss conhecimento mais experiencia, e é mai alguma coisa para alem do 12º ano. E até acho este curso mais facil que o curso profissional...

    ResponderEliminar
  14. Concordo com tudo o que disses-te...Pois eu penso exctamente como tu. Antes de tirar o curso queria ir para a Universidade, mas depois de acabar, tirei longo essa ideia da cebeça e não me arrependo nada. =) Bjinhus Edna

    ResponderEliminar
  15. Eu quero ir para a universidade e estou num pofissional.

    ResponderEliminar
  16. "Universidade menos instruídas ou até menos pessoas"???!!!!!!? Na altura dos teus pais, poucos eram os que iam para a Universidade...e era nessa época que não se poderia dizer que os senhores doutores eram pessoas mais instruídas, muito pelo contrário...Muitas vezes eram uns simples ignorantes filhos de papás que ganharam o que nunca deviam ter ganho...e atualmente existe sim uma geração com muitos mais conhecimentos e enfim....o resto já se sabe!! bjs

    ResponderEliminar
  17. Eu também fiz o secundário via ensino profissional, pela razão de não saber muito bem o que queria fazer assim que terminasse o secundário. No entanto estive 3 anos contrariada no curso profissional de gestão, porque nao me indentificava minimamente com ele! Só que graças a ele abriu-me portas para o mercado de trabalho, para além dos estágios que ajudam o aluno ambientar-se para a realidade do trabalho também foi uma mais valia para o CV que se tivesse feito o secundário normal. Passado pouco mais de 1 ano e já estava a trabalhar senti necessidade de querer alargar os meus conhecimentos crescer, evoluir e ter possibilidade de obter um salário superior um dia, então decidi concorrer para o ensino superior, estou actualmente a tirar licenciatura de turismo ( que tem mais a ver comigo definitivamente!) ora bem, e relativamente ao que focaste em relação aos abusos da vida boémia de estudante, é verdade sim conheço muita boa gente que se for preciso anda nisso anos a fio. No meu caso, já não foi assim, fiz praxe, já praxei, saio com a malta algumas vezes, mas não esqueço o mais importante que é estudar e acabar o curso, que é para isso que ando a pagar, custa-me também a ganhar o dinheiro, talvez seja essa a razão principal que muitas pessoas que vão para a Uni. com as facilidades que muitos pais se sacrificam para poder dar aos seus filhos e eles não dão o devido valor, e tomam partido da vida boémia estudantil. Porque se fosse através do seu próprio suor talvez as suas atitudes seriam outras. Beijinhos. Desculpa, o comentário extenso, mas tinha mesmo que exprimir a minha opinião.

    ResponderEliminar
  18. Olá...tenho 18 anos feitos o mês passado e tenho andado a desesperar nos últimos tempos...e isso devesse a ter que decidir se vou ou não para a universidade...
    Eu sempre fui boa aluna e neste momento tenho média de 18,5 (pelo que me disseram e ainda sem contar as notas dos exames...mas deve baixar um pouco a média). Mas sinto-me cansada, não me sinto com forças para a universidade...
    Vejo toda a gente preocupadas com as médias e com vontade de ir para a universidade e grande parte dessas pessoas são alunos bem mais fracos que eu... mas a verdade é que eu não tenho grande vontade de ir para a universidade. Eu não sei que fazer....tenho andado a passar mal por pensar nisso e farto-me de chorar...eu por mim não ia. Mas toda a gente faz pressão sobre mim a dizer que devo ir, que é um desperdício... mas eu não me vejo na universidade. E mais...nem sei que curso escolher. Pensei em Design Gráfico, mas pensei naquela "ah pode ser isto...", não é que seja um sonho ou coisa assim. Em tempos quis arquitetura...porém agora não me seduz tanto e é difícil ter saída.
    já falei com os meus pais...a minha mãe diz que eu é que sei se quero ir ou não. Mas sei que lá no fundo é um desgosto.
    Sei que se não for se calhar daqui a uns anos é arrepender-me, isso acontece sempre. Mas neste momento não sei que fazer....não me sinto bem para ir.
    As posses económicas também não são muitas...mas com as notas que tenho talvez conseguisse bolsa. Mas mesmo assim custa-me os meus pais terem que suportar isso tudo...
    já pensei em parar por aqui e mais tarde tirar formação ou quem sabe universidade. e ai já sou eu com o meu próprio dinheiro...
    o meu namorado trabalha no estrangeiro...e ate já falou em ir para la com ele, seria uma hipótese...
    sei que se parar por aqui toda a gente vai "ralhar" comigo....
    não sei...estou perdida... :'(
    desculpem o texto enorme...precisava de desabafar... :s
    obrigada pela atenção...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida :)
      Obrigada pelo teu comentário! Revi-me muito nele...

      Eu já o escrevi em 2011, e nesse ano acabei mesmo por ir para a universidade. Hoje, estou quase a terminar a minha licenciatura mas ainda não consigo dizer se realmente valeu a pena. Em parte sei que o fato de estar a estudar na área em que estou ajudou-me a conseguir o emprego que tenho hoje, mas quando olho para trás não sinto que tenha compensado assim tanto ter ido para a universidade, e que fiz isto mais pelos outros do que por mim própria. Tem sido um fardo que nunca mais acaba!

      Na minha opinião acho que não faria mal nenhum parares um ano para decidires o que queres. Claro que vais ter toda a gente a cair-te em cima porque acham que o melhor para ti era ires para a universidade, mas quantas vezes aquilo que nos faz feliz não é o que os outros querem para nós? Isso aplica-se a tanta coisa na vida...

      Espero que faças a escolha que achares melhor para ti e que tenhas sorte com ela!
      Beijinhos e força! :)

      Eliminar
    2. Olá :)
      Obrigado por me responder...eu tenho andado a pensar muito nisto ando a dar em doida....
      eu já tenho uma ideia fixa na minha cabeça...quero parar, trabalhar e comprar um carro (moro num meio pequeno e sem carro não se faz nada aqui, e depender de transportes públicos fica caro, e dos familiares não dá por causa dos horários). e depois quem sabe fazer um curso. vou para o estrangeiro uns tempos.
      o que me faz não ter certezas absolutas disto é que sei que ninguém vai gostar que para os estudos....porque tenho boas notas e tenho que ir para a universidade :(
      beijinhos e obrigada mais uma vez <3

      Eliminar
  19. Sara, fiquei muito contente por ter tido a sorte de encontrar o teu blog, espero encontrar algumas respostas as minhas duvidas.... estou a frequentar um curso profissional, quando tomei esta decisão de mudar para a via profissional sempre tive o objetivo de ir para a universidade, é realmente o que quero :) :) A minha questão é, as provas de ingresso a fazer são aquelas apenas aquelas que o curso pede?, por exemplo o curso que pretendo é Dietética, http://cursos.ipleiria.pt/Licenciaturas/Pages/mostrarConteudo.aspx?cid=8142, apenas preciso de realizar o exame de Biologia/Geologia? ou terei de realizar mais alguma prova de ingresso? Obrigada Sara... beijinhosss

    ResponderEliminar
  20. Entrei este ano na faculdade, com média de 16. Mas sinto-me exatamente como tu, eu estou a atravessar uma depressão e não me consegui adaptar a viver longe de casa. Endo triste e desmoralizada, acho que o curso não é aquilo que pretendo e sinto falta de apoio e de ter a família por perto. Desde pequena que adoro a área de cozinha, mas um familiar meu que trabalha no ramo desencorajou-me a seguir esse caminho, porque era um trabalho árduo e pouco remunerado. Passa-se que eu gosto mesmo muito e não me vejo feliz em mais nada. Todos me dizem "Não desistas, acaba pelo menos o ano!", mas quando penso em voltar para lá fico com dores agudas no peito e a respiração dica descontrolada. Dás-me um conselho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara :)

      Fico sempre um bocado triste quando pessoas na tua situação vêm parar ao meu blog, é sinal de que estas incertezas em relação à universidade são um mal demasiado comum :s

      Honestamente, se estar na universidade te está a fazer mais mal que bem, o melhor será parares e voltares para onde te sentes melhor, junto da tua família. Mas idealmente devias acabar o ano, ou pelo menos aguentar mais uns meses, porque as mudanças são sempre difíceis de encarar e talvez ainda te estejas a adaptar e depois fique mais fácil.

      Eu acho que as profissões não devem ser escolhidas apenas em função dos rendimentos, pois do que nos vale ganhar muito se somos profundamente infelizes no que fazemos? Por isso, se tens a sorte de ter encontrado o que gostas, a cozinha, acho que deves, pelo menos, tentar!

      Espero ter-te ajudado e que a tua situação melhore, ninguém se devia sentir assim :s
      Se a tua família não aceitar bem a tua decisão, diz-lhes que vais parar apenas por um ano para perceberes o que queres e que há sempre possibilidade de voltares no ano seguinte, quando tiveres as ideias mais definidas.
      Beijinhos!

      Eliminar
    2. Muito obrigada, é sempre bom ter alguém que nos ouça. Acho que este ano vou sair de lá e tentar um emprego por um tempo ou um curso profissional, e depois, quem sabe vá cheia de vontade para a faculdade :) Beijinhos e que tudo te corra bem.

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}