pessoal | Fiquem a conhecer o Filó ♥

17.4.11 SARA SILVA 3 Comments

O Filó é o meu gato de estimação desde há 4 anos :)
Para as pessoas que também têm laços muito fortes com os seus animais, é fácil de compreender que para mim, ele é como se fosse um filho e, apesar de na idade dos gatos já ter cerca de 48 anos, ele continua a ser o meu bebé e eu continuo a trata-lo com todos os mimos e a dar-lhe toda a atenção que posso.

O meu Filó é raçado de Bosques da Noruega e é uma excelente companhia. Geralmente é um gato de casa calmo, carente, tolerante,  dorminhoco, esperto... mas quando trago o meu namorado cá a casa, ele fica possuído pelos ciúmes e então torna-se muito irrequieto e um bocado selvagem, LOL.

Ele persegue-me para todo o lado, incluindo a casa de banho, pelo que quando lá estou ele fica sentado à frente da porta à minha espera, ahah. Vai-se deitar comigo, dorme aos pés da minha cama até eu me levantar, gosta de beber água pela torneira da cozinha, larga pêlo que se farta (essa é a parte má), "fala" comigo, não gosta que lhe mexam nas patas, não gosta de se sentir apertado, entre outras características :)

Ele é o único gato que tenho. Admito que às vezes sinto saudades de ter um gato pequenino ou até mesmo de ter outro gato a quem dar atenção quando o Filó se arma em solitário, mas não posso. Da última vez que trouxe um gatinho cá para casa, ele entrou em depressão: não comia, estava sempre a esconder-se, deixou de ir à caixa da areia, e isso causou-lhe alguns problemas a nível de saúde por isso decidi não voltar a repetir a proeza. Ele está habituado desde sempre a ser o único dono de todo o seu território que é a minha casa.

Sei que os cães é que são considerados os melhores amigos do homem e eu não duvido, mas sempre preferi os gatos pela sua dependência, sentido higiénico e delicadeza. Além disso eu gosto de ter um animal aqui por casa para me fazer companhia e o qual possa abraçar sempre que me sentir mais sozinha. 
O Filó raramente sai à rua porque, primeiro ele é castrado e se encontrasse outro gato, era ele que saía vitimado (o que já aconteceu e com alguma gravidade), depois não quero que ele se suje nem que ganhe pulgas ou carraças. Infelizmente, ele às vezes aproveita uma ou outra distracção nossa e escapa-se pelas portas ou janelas, então vai dar a sua voltinha durante umas horas e quando eu vou à marquise chama-lo, ele vem logo a correr ter comigo. Essa é a parte boa de ele fugir, ahah.


Eu gosto mesmo dele. O Filó é mais que um gato ou um animal de estimação, ele é a minha companhia cá em casa e o meu bebé, que eu protejo e mimo, ternura esta que ele também me retribui, à sua maneira ♥

Posts relacionados

3 comentários:

O meu Nyo também é raçado de Bosques da Noruega e também não gosta nada quando lhe mexem nas patas, principalmente nos excertos de pêlo comprido que eles têm entre os dedos --, São animais fantásticos, sem duvida (:

Lucyana Mendes disse...

Lindo! Adoro animais*


http://fashionviktima.blogspot.com/

Mari Sanches disse...

Afilhado ♥

Obrigada pelo teu comentário ♡
{activa a opção 'Notificar-me' para saberes quando respondi}